CuritibaCity.Com

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
YouCMSAndBlog Module Generator Wizard Plugin

Home Litoral Passeio de Trem - Serra do Mar

Passeio de Trem - Serra do Mar

E-mail Print PDF
There are no translations available.

   Em 5 de julho de 1880 em Paranaguá D. Pedro I deu origem a estrada  de ferro de Paranaguá a Curitiba. O engenheiro Antonio Pereira Rebouças Filho, ao qual  estudou e se especializou em construções de estrada de ferro, encontrando soluções para realizar a tão famosa ferrovia de Paranaguá a Curitiba e depois passando para o engenheiro  João Teixeiras Soares, quando finalizou a obra. Construindo uma das mais difícies do mundo a ser traçada, e por ter mudanças de clima, muita chuva, e toda a floresta precisava ser arrancada, um dos fatores era o declive, e toda ela foi realizada em encosta de montanhas entre vales e rios profundos e abismos.
Em 5 anos foi realizado a construção, neste tempo 9.0000 mil homens trabalhavam nesta ferrovia, e centenas  deles morreram de  várias doenças, naquela epóca não havia mão de obra escrava,  todos recebiam , valor semelhante a 30,00 reais a diaria, estas pessoas eram imigrantes e trabalhadores de lavouras.
Uma das histórias muito interessante, era o tempo médio da construção de um túnel, era de 35 centimetros por mês. As estruturas eram projetadas no Brasil e encomendadas na Europa, vindas de navio, pelo porto de Paranaguá.
Com certeza esta ferrovia não é somente uma atração turística, mas esta envolvido  com o desenvolvimento nacional, anualmente mais de 7 milhões de toneladas são transportadas produtos entre soja, farelo, açucar, fertilizantes e combustiveis.
A América Latina logística (ALL), opera as cargas e faz as manutenções da ferrovia  e o transporte de passageiros ficando  a favor da serra verde express. 
Para as pessoas que querem embarcar nesta maravilhosa viagem,  entre a exuberante e inegualável natureza, ocorre na rodoferroviaria de Curitiba, máquinas fotográficas, filmadoras não pode faltar, na plataforma os passageiros entram nos vagões,  há várias classes e preços para escolher, dependendo da necessidade do passageiro, e 110 kilometrometros de uma maravilhosa viagem no trilhos do Paraná.
Na partida do trem um sino é tocado para a animação dos turistas, ao começar a viagem estamos em uma altitude de 889 metros ao nível do mar.
  No inicio da viagem passamos pela região urbana passando por indústrias instaladas nas proximidades do centro da cidade, ao sair da cidade vamos contemplando a natureza , matas e muito verde começam a aparecer , passamos por fazendas, chácaras, pastos e mananciais, localizados em Piraquara, região metropolitana de Curitiba, estão localizadas várias nascentes e uma delas é a nascente do rio Iguaçu, percorrendo por todo o estado do Paraná até chegar as Cataratas do Iguaçu.  
Ao chegar no kilometro 80 passamos pelo primeiro túnel do Roça Nova,  por aproximadamente 1 minuto, ficamos em uma enorme escuridão, nesta hora os turistas fazem a festas com gritos, este túnel sendo o número 13 é o mair de todos com extensão de 407 metros  em uma altitude  de 905 metros acima do nível do mar, após a passagem no túnel,  nos deparamos com a serra do mar e até o Marumbí, vamos nos deparar com muitos pontos que tornará a viagem agradável, onde podemos apreciar e estar diante da beleza que a natureza oferece para os nossos olhos .
No início da descida  com a represa do Guaipava, construída para abastecer a cidade de Curitiba, logo aparece o rio Ipiranga, que alternadamente vai cortando a ferrovia, encontramos a barragem do rio Ipiranga, esta repressa foi construída para elefrificar o trecho, com o passar do tempo não se tornou viável, hoje ela esta preparada para movimentar as turbinas da usina do Marumbí.
No kilometro 67 o Veú de Noiva, quando se aproxima das cachoeiras, após passarmos pelo túnel número 12, reencontramos o rio Ipiranga, se formando em espumas brancas, um pouco mais adiante, observamos o Bico do Diabo, um rochedo que se destaca apontando para o céu enorme beleza,  temos a sensação deste bico estar esconstado no céu.
Nos túneis número 10 e número 12 esta a Garganta do Diabo, uma fenda natural, cortando a montanha dividindo os túneis se formando uma garganta, logo a diante chegamos no Santuário de Nossa do cadeado , inaugurado em 1965, em comemoração aos 80 anos da ferrovia,  para quem pega a litorina, tem o privilégio , de fazer a parada neste local, e tirar fotos e ver mais de perto a natureza,  e assim o trem vai seguindo, passando pelos mais belas paisagens entre verdes, riachos, águas correntes, inalando o cheiro de ar puro, para as pessoas que estão acomodadas no lado esquerdo do vagão, pode observar melhor os pontos, pelo lado direito  se perde alguns pontos e não pode ver muito bem alguns lugares.
Logo adiante chegamos na ponte São João,  mas antes nos deparamos com a baia de Antonina e Paranaguá, estas baias indica que  o  mar esta próximo, na ponte São João, quem esta sentado na janela, fica de cara com o abismo, quando estava em construção esta ponte foi o mais dificil de ser feita os trilhos até o planalto  com 113 metros de extensão, esta ponte transporta o vale Marumbí e a serra do Itupava, após atravessar o túnel número 5, temos a sensação que o trem esta flutuando e suas rodas estão longe dos trilhos, uma sensação de estar bem pertinho do céu, este lugar chamado viaduto do Carvalho, ele esta sobre 5 pilares de alvenaria se equilibrando na encosta da rocha o nome foi dado em homenagem ao governador da província do Paraná, Carlos de Carvalho, ao  passar este viaduto chegamos a estação do Marumbí, onde é realizado uma parada, para as pessoas que desembarcam  neste local,  aos que descem na estação tem o objetivo de vsitar o parque do Marumbí,  sendo formado  por 8 picos ao qual foi formado em agosto de 1879, pela conquista de joaquim Olimpia de Miranda, onde alcançou o ponto culminante,  antigamente chamado de Guarumbi ou montanha azul, pelos índios da região, até hoje vem atraindo muitas pessoas de vários lugares,  há quem curte a natureza e tem como hobby a escalada, estas pessoas chamadas de marumbinistas.
  Em 1990 o governo do estado do  Paraná transformou  a região do Marumbí, em um parque estadual, com 2342 metros de hectares,  para quem sobe o marumbí pode contar com pessoas especalizadas chamadas  de condutores Marumbí, após passar pelo Marumbí vamos nos aproximando de Morretes , vistamos muitas crianças acenando para os passageiros e correndo   ao lado do trem, a cidade de Morrete foi fundada em 1841, quando foi desmenbrado da cidade de Antonina, na cidade podemos ver as casas antigas, e muito bem  conservadas com arquitetura colonial, cercada por morros, onde se  deu a origem ao nome, antigamente o povoado tinha a frase “vamos subir o morrete” que queria dizer subir o morro, por isso ficou conhecida como Morretes,    nesta cidade se faz a parada na estação ferroviaria, ali os passageiros desembarcam, e vão a destino do centro da cidade, para apreciar a comida típica, o barreado, feito de  carne seca   acompanhado com banana, uma delicia de comida, a cidade se encontra várias loiinhas de souvenirs, lojas de artesanato, e o rio Nhundiaguara, ao qual transforma a beleza da cidade, o trem faz o retorno a cidade de Curitba, as 15h, levando aproximadamente 3 horas, quem não quizer voltar de trem, tem a opção de subir de ônibus, ao qual sai de 1 em 1 hora da cidade. O trem aos domingos opera até a cidade de Paranaguá, passando por Morretes e chegando a cidade de Paranaguá, seu nome foi dado pelos primeiros habitantes, os índios carijós, o grande mar redondo, ligado ao porto Dom Pedro II, inaugurado em 1935, o maior porto do país, e da América Latina. 
O passeio de trem é uma viagem de 3 horas muito gratificante, ficamos perto da natureza, descobrimos e aprendemos sobre as história de um centenário, ao qual vivemos 100 anos passado. 

Galeira de Fotos

 

 Visite as Galeria de Fotos

Características

Tempo de Visitação: 10 horas
Localização:
 Estação ferroviária de Curitiba, Rua Presidente Affonso Camargo, 330, cep, 80060-90, Curitiba, Pr
Horário de Funcionamento:

Diariamente, saídas as 8h 15 m, todos os dias da semana

Preço:

Há variações de preço, depende da classe que escolher.

Telefone/Fax:

+55 (41) 3888-3488

E-mail: This e-mail address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it
Site:

www.serraverdeexpress.com.br

Permite Fotos e Filmagens:  Sim, pode ser fotografados todos os lugares da visitação
Permite Animais
Nos vagões são proibidos animais 
 Observações:Biarticulado centenario campo comprido/ pinhais campo comprido

 

 

 

 
YouCMSAndBlog Module Generator Wizard Plugin
YouCMSAndBlog Module Generator Wizard Plugin

Siga-nos nas Redes Sociais

YouCMSAndBlog Module Generator Wizard Plugin
YouCMSAndBlog Module Generator Wizard Plugin
YouCMSAndBlog Module Generator Wizard Plugin
YouCMSAndBlog Module Generator Wizard Plugin
Banner

Publicidade CuritibaCity

Links:
CRM Open Source
use o SugarCRM e tenha um eficiente relacionamento com seus clientes.
SEO - Otimização de Sites nos Buscadores
Seu site no topo dos mecanismos de busca.
Sites com Joomla
Desenvolvimento de Sites com Joomla!, treinamento , consultoria e hospedadem profissional